Espécie Cabernet Sauvignon

Concha y Toro – Um passeio de meio dia

Ir para Santiago do Chile é sinônimo de conhecer pelo menos uma vinícola, não acham? É como ir para Buenos Aires e ter que assistir a um show de tango e comer alfajores… é essencial! :)

A vinícola Concha y Toro é a mais famosa entre os brasileiros e seus vinhos são muito famosos por aqui também: Casillero del Diablo é um grande exemplo (acho que tem para vender em todos os mercados do Brasil!rss). Sendo assim, saber como é o seu processo de produção, a história da vinícola e poder realizar degustações na própria vinícola, é incrível não?

Entrada - Concha y Toro

Entrada – Concha y Toro

 

Concha y Toro

Concha y Toro

Fundada em 1883, a Vinha Concha y Toro é a principal produtora de vinhos da América Latina e uma das vinícolas mais importantes do mundo, presente em 145 países. A empresa cultiva 10.703 hectares de vinhedos no Chile, na Argentina e nos Estados Unidos, o que torna o grupo Concha y Toro o segundo maior a nível mundial com vinhedos próprios. Possui amplo portfólio de vinhos que inclui marcas altamente reconhecidas, entre elas o ícone Don Melchor, o Marques de Casa Concha e o Casillero del Diablo. Além disso, compreende ainda os vinhos das suas filiais Cono Sur, Viña Maipo, Palo Alto, Canepa, Maycas del Limarí, Trivento na Argentina e Fetzer Vineyards na Califórnia. A Vinha Concha y Toro em Santiago tem 3.596 funcionários, ou seja, a Concha y Toro é maior do Chile! (Fonte: conchaytoro.com.br)

Bom, continuando… A visita começa com uma curta caminhada pelos jardins do casarão amarelo, que foi a casa de verão da família de Don Melchor. Coisa básica!hehe

Casa de verão

Casa de verão – família Don Melchor

 

Casa de Verão

Casa de Verão

Na época, ele mandou plantar árvores de vários lugares do mundo. Tem inclusive a araucária do Brasil.

Continuando o passeio, já conseguimos avistar as plantações e uma pequena amostra construída por eles, com todos os tipos de uva que são cultivadas pela vinícola para a fabricação dos vinhos.

Espécie Cabernet Sauvignon

Espécie Cabernet Sauvignon

 

Vinhas

Vinhas – uma extensa área

 

Durante o passeio, recebemos uma taça e fizemos a degustação de 3 tipos de vinhos, em momentos diferentes do trajeto. Para leigos em enologia (no caso eu) é uma experiência divertida, pois ensinam inclusive o por que da importância de se degustar, sentir o aroma, etc (podendo-se assim dizer, na linguagem dos leigos rss) Nunca havia parado para pensar sobre o assunto, mas agora, tenho outra visão sobre paladar de vinhos…

Degustação e taça de lembrança

Degustação e taça de lembrança

 

Marques Casa Concha - degustação

Marques de Casa Concha – degustação

No fim do passeio, o guia nos leva até a parte interna da bodega, onde estão vários barris e então nos conta um pouco mais sobre a lenda do Casillero del Diablo através da exibição de um vídeo, bem interessante por sinal.

Casillero del Diablo - Barris

Casillero del Diablo – Barris

 

No mesmo ambiente, existe uma imagem do diabo reproduzida na parede, para ilustrar bem a lenda:

Diablo - o próprio!

Diablo – o próprio!

 

Bom, o final do passeio é marcado por uma última degustação de vinho e o guia nos indica a loja de vinhos e souvenirs da Concha y Toro, para adquirir vinhos e lembranças personalizadas.

Como fizemos o passeio no início de novembro, verão em Santiago, ainda não havia uvas. Mas o passeio é agradável em todas as estações! 😉

Programe-se e boa viagem!

A Registrando Viagens agora eh parceira da agencia receptiva Mi Viaje por Chile. Consulte-nos!

Maiores informações, fale conosco: Whats: (13)99694-4321/ reservas@registrandoviagens.com.br

0 comments